A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou na sessão plenária de segunda-feira (19), a construção de 28 empreendimentos energéticos no Estado. Na região de Palmas, sul paranaense, quatro projetos foram aprovados – PCH Foz do Estrela, em Coronel Domingos Soares, PCH do Tigre, PCH Canhadão e PCH Covó, em Mangueirinha.

RBJ - IAP abre prazo para audiência da PCH Foz do Estrela em Cel.Domingos Soares
  • Compartilhe no Facebook

Local da PCH Foz do Estrela (Arquivo RBJ)

Todos os empreendimentos já detém da Licença Prévia emitida pelo Instituto Ambiental do Paraná. Na região Sudoeste, são 7 projetos – PCH Foz do Santana, entre Itapejara D’Oeste e São João; CGH Generoso, em Cruzeiro do Iguaçu; CGH do Lontra, em Salto do Lontra; CGH Nossa Senhora de Lurdes, em Realeza; PCH Jacaré, entre Francisco Beltrão e Bom Sucesso do Sul, PCH Bela Vista, entre Verê e São João, PCH Vila Galupo, entre Francisco Beltrão e Bom Sucesso do Sul.

O maior projeto, em geração de energia, deverá ser a PCH Foz do Estrela, no rio Iratim, que gerará 29,8 MW. No último mês de maio, a Brookfield Energia Renovável anunciou o recebimento da Licença Prévia para construção da Pequena Central Hidrelétrica. Após o recebimento da Licença Prévia, a empresa já requereu junto ao IAP, a Licença de Instalação e a autorização florestal para desmate, para o andamento do projeto.

A barragem para formação do reservatório terá 292 metros de extensão entre as margens do rio e 46 metros de altura máxima. O lago da PCH terá 181 hectares de área, sendo que 47 hectares representam o leito natural do rio. A área inundada será de 134 hectares. Não há informações sobre o montante a ser investido no empreendimento. Para a integração da usina ao sistema de transmissão de energia elétrica será construída a Linha de Transmissão de 138kv com cerca de 50 km de extensão, ligando a subestação da PCH Foz do Estrela até a subestação de Palmas.

Saiba mais –Projeto de Lei nº 549/15