A prefeitura de Mangueirinha divulgou na tarde desta terça-feira (24), um comunicado sobre a realização da Expomang 2019. De acordo com o vice-prefeito e presidente da Comissão Organizadora da feira, Leandro Dorini,a programação está mantida e o evento confirmado para o mês de novembro.

No mês de junho, a administração do município realizou a contratação de uma empresa, que seria responsável pelo planejamento, realização, produção, divulgação, segurança, organização da exposição. Em julho, a Comissão Organizadora apresentou a programação do evento, com exposição, shows e rodeio country. No inicio do mês de agosto, o Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça da Comarca, expediu recomendação administrativa, para que fosse revogada a licitação que levou à contratação de empresa para a promoção da Expomang.

No documento, a Promotoria apontava diversas situações que indicavam que houve direcionamento da licitação para a admissão da empresa que venceu o certame, em prejuízo de outras empresas que também prestam esse tipo de serviço. O Poder Executivo de Mangueirinha acatou a recomendação, revogando a licitação, suspendendo pagamentos e revogando também o contrato firmado com a empresa contratada.

Conforme informou Dorini nesta terça-feira (24), após reuniões entre o Poder Executivo municipal e Ministério Público, foi definido que a prefeitura, juntamente com Sociedade Rural e Associação Comercial, serão as responsáveis pela organização da feira.

Dessa forma, todos os contratos artísticos já firmados para a Expomang foram repassados para as entidades. Os shows anunciados estão mantidos, com os mesmos valores de ingressos.

Na quarta-feira, dia 20 de novembro, abrindo a Expomang, está previsto o show gratuito com Trio Parada Dura. No dia 21, o show será com Munhoz e Mariano. Dia 22, show com a dupla Hugo e Guilherme, e no sábado, dia 23 de novembro,  Maiara e Maraísa. No domingo, dia 24, será o Dia da Família com diversas atrações com entrada franca.