Dois mortos, um preso, uma mulher e um policial militar baleados. Esse foi o saldo de um confronto armado entre a polícia e acusados de assaltar uma propriedade rural no interior de Ampére, na noite deste sábado (05). O confronto aconteceu na Avenida Nicolau Início, no centro de Salto do Lontra, por volta das 21h45. Policiais militares realizavam patrulhamento de rotina pela cidade quando foram informados sobre o roubo de uma camionete Hilux na comunidade de Linha Goulart, interior de Ampére.

As informações davam conta que o roubo teria sido praticado por três homens armados. Pouco depois de receber a informação, a camionete foi vista transitando no centro da cidade, porém ao dar voz de abordagem, o motorista desembarcou atirando contra os policiais, que revidaram e houve intensa troca de tiros. Um policial foi ferido na mão e levou um tiro na altura do abdômen, porém foi salvo pelo colete balístico. Na camionete roubada estavam quatro pessoas, três homens e uma mulher. Um morreu no local, um homem e a mulher foram atendidos no Hospital Municipal. O homem morreu pouco depois de dar entrada e a mulher, devido à gravidade dos ferimentos, foi transferida à Francisco Beltrão.

O quarto ocupante do veículo roubado conseguiu fugir, mas foi encontrado e preso por volta das 02 horas da madrugada deste domingo (06). A ocorrência mobilizou equipes da Polícia Militar de municípios vizinhos e da sede do 21º Batalhão de Francisco Beltrão. Também foram acionados o Instituto de Criminalística, a Polícia Civil e o IML (Instituto Médico Legal), que recolheu os corpos à Francisco Beltrão.

Os assaltantes mortos foram identificados como sendo Paulo Cezar Prudente, 18 anos, Juliano Bernardo da Silva, 25 anos. A mulher que estava com eles é Rosane Duarte, 26 anos. O outro envolvido, preso durante a madrugada, foi identificado como Marcos Rios Cordeiro dos Santos, popular “Polaquinho”. Juliano e Rosane são de santa Izabel D’Oeste e Paulo natural de Realeza.

De acordo com o delegado de Realeza, Ricardo Moraes Faria dos Santos, podem se tratar das mesmas pessoas que vinham praticando assaltos em Ampére, Santa Izabel D’ Oeste e Realeza nos últimos dias. “Se confirmar a identidade, eles já estavam sendo procurados, inclusive tendo mandado de prisão temporária expedido pela justiça de Realeza. O modo como agiram em Ampére é muito semelhante ao registrado em outros roubos”, declarou.

Na camionete roubada foram encontrados vários objetos roubados do casal de agricultores Sergio Banowski, 67 anos, e sua esposa Florentina, 65 anos. O filho do casal, Jucimar Banowski, que é dono da Hilux, esteve em Salto do Lontra e contou como os ladrões agiram na casa da família. Conforme ele, os três chegaram por volta das 18 horas e renderam seus pais. Mais tarde, por voltadas 20 horas, chegou na propriedade para fazer uma visita e foi surpreendido pelos assaltantes. Foi obrigado a deitar no chão, momento em que um dos marginais saiu da casa com sua mãe feita refém, com uma faca no pescoço. O filho conta que foi amarrado e amordaçado junto com os pais. Os três foram trancados num cômodo da residência. Cerca de uma hora depois, os ladrões deixaram a propriedade levando eletrodomésticos e a camionete Hilux.

Segundo Jucimar, antes de sair um deles disse que a polícia não deveria ser avisada e que em 20 minutos uma pessoa iria até lá para soltar os três. No entanto, as vítimas conseguiram se libertar das amarras e foram até um vizinho. A Polícia foi comunicada e imediatamente emitiu o alerta de roubo para toda região.

Ouça o boletim Onda Sul FM direto de Salto do Lontra…

Fotos: Evandro Artuzi (RBJ) e Edilene Gavenda (WhatsApp)