José Gubmeyer Filho, 35 anos.
  • Compartilhe no Facebook

José Gubmeyer Filho, 35 anos.

O morador de rua José Gubmeyer Filho, 35 anos, conhecido popularmente como “Parangolé” foi morto na madrugada desta sexta-feira (21), em Francisco Beltrão, no sudoeste do Estado. O crime aconteceu na Rua Senador Vergueiro, próximo a Igreja do Bairro da Cango.

José foi agredido, provavelmente com um pedrada na cabeça, e posteriormente teve o corpo incendiado. A Polícia Militar foi informada do fato por um grupo de jovens que passava pelo local e viu o homem em chamas, isso pouco depois da meia noite. Eles tentaram apagar o fogo com um extintor, mas não conseguiram.

Conforme o Aspirante Taguchi, do 21º Batalhão, ao chegar foi constatado que o homem já estava morto. O local foi isolado até a chegada da Polícia Civil e Criminalística. Após a perícia, o corpo foi recolhido ao IML de Francisco Beltrão. Foram feitas buscas com intuito de identificar os responsáveis pelo crime, porém nenhum suspeito foi localizado. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

José Gubmeyer Filho é natural de Cascavel, mas há muitos anos residia em Francisco Beltrão. Além de ser bastante conhecido da população, era também da polícia, pelo fato de possuir  uma extensa ficha criminal. Ele costumava mostrar o órgão genital em locais públicos e já teria sido preso por estupro.

Fotos: Evandro Artuzi/RBJ

José Gubmeyer Filho era fã do Cresol/Marreco Futsal, assista o vídeo…