Quem trocou gastou dinheiro sem necessidade. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu em reunião nesta quinta-feira (17) que o uso do extintor de incêndio em automóveis deixará de ser obrigatório e a falta do equipamento deixa de ser considerada infração de trânsito.

Há mais de 40 anos, o equipamento era obrigatório no Brasil, um dos poucos países que que mantinha a exigência. A partir da publicação da resolução nos próximos dias, ficarão obrigados a tê-los apenas os caminhões, caminhão-trator, micro-ônibus, ônibus, caminhonetes, camionetas, triciclos de cabine fechadas, e veículos destinados ao transporte de produtos inflamáveis. O anúncio de hoje,  ocorre há poucos dias do início da vigência da necessidade de extintores do tipo ABC.