Por Evandro Artuzi 

Mais sete animais foram sacrificados pela Secretaria de Agricultura e do Abastecimento (Seab), em Francisco Beltrão. O sacrifício é necessário em virtude dos animais estarem contaminados por tuberculose, doença que não tem cura.
Conforme o médico veterinário Fabio Monteiro Gonçalves, da Seab Francisco Beltrão, não há nenhuma punição ao proprietário dos animais abatidos, apenas é feita a eliminação do rebanho contaminado evitando-se a proliferação da doença. A eliminação é feita com auxilio da Polícia Militar. A propriedade que teve os animais abatidos na manhã desta sexta-feira (17) não foi revelada pela Seab.
Segundo o veterinário, o intuito não é reprimir os produtores, apenas conscientizá-los da necessidade da vacinação que mantêm o rebanho imune da tuberculose e brucelose. Em entrevista a Onda Sul FM, o profissional falou sobre os casos registrados em Francisco Beltrão.

OUÇA