O famoso clássico das penas entre Francisco Beltrão e Pato Branco realizado neste domingo (15) no Estádio Anilado terminou bem antes do previsto. Aos 10 minutos do segundo tempo, o árbitro da partida Valdir de Souza deu o clássico por encerrado, depois de o técnico do Pato, Pepê, ter sido agredido por um supervisor de futebol do Francisco Beltrão. O técnico foi atingido no rosto por vários socos. A agressão teria se originado de uma discussão entre Pepê e o supervisor Lindomar. O motivo não foi explicado pelos envolvidos.

O ato revoltou jogadores do Pato Branco e uma confusão generalizada se formou em campo, sendo necessária intervenção da Polícia Militar. O responsável pela agressão foi detido e encaminhado ao Batalhão da Polícia Militar para confecção de um termo circunstanciado pelos crimes de agressão e lesão corporal. Em seguida, Lindomar foi liberado e vai responder pelo ato na justiça.

Mesmo com a situação revolvida, o árbitro optou pelo encerramento da partida temendo novos desentendimentos. Apesar do incidente, o Pato Branco venceu o amistoso por 1 a 0. O gol foi marcado por Bazuca no final do primeiro tempo, após uma cobrança de lateral. A diretoria do Francisco Beltrão lamentou a atitude do supervisor Lindomar e prometeu puni-lo com rigor.

Conforme o presidente Jacir Gonçalves, o Kinkas, o agressor deve deixar a equipe já nessa segunda-feira (16), pois a diretoria não admite tal comportamento, principalmente por motivos desconhecidos. Outra decisão da diretoria foi cancelar o jogo de volta marcado para o próximo domingo (22) em Pato Branco, por entender que não há mais clima entre as equipes. O Beltrão segue a preparação para a segundona do Paranaense de 2015. Na quarta-feira (18), o tricolor do sudoeste tem jogo amistoso em Foz do Iguaçu.

Fotos: Gerson Thimótio (TH) – TV Beltrão