Alunos do curso de Educação Física do IFPR – Instituto Federal do Paraná, campus Palmas, participaram no último final de semana 38° Simpósio Internacional de Esportes, em São Paulo.

O simpósio promovido pelo CELAFISCS – Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul é um dos eventos científicos mais importantes da América Latina, reunindo nessa edição profissionais e acadêmicos de dez países.

O evento costuma reunir os pesquisadores e instituições de pesquisa mais renomadas e reconhecidas da área do Brasil e é geralmente escolhido como o evento mais importante de iniciação cientifica pelos profissionais da Educação Física, Nutrição Esportiva e Medicina esportiva.

Pesquisadores, professores e alunos têm a oportunidade de se encontrar e interagir academicamente neste evento que tem como enfoques o Exercício Físico, a Nutrição, o Treinamento Esportivo, a Medicina Esportiva e a Atividade Física na Promoção da Saúde.

De Palmas participaram do Simpósio os alunos Aline Mati Shimosaka, Ana Cláudia Almeida Ferreira, David da Costa, Elivelto de Mello, Fernando Marlon Pilger Gradaschi e Yândara Dangui Kreve, acompanhados pelos professores Cezar Grontowski Ribeiro e Kléber Farinazo Borges.

Os alunos Fernando e Ana Cláudia apresentaram produções científicas relacionadas ao projeto PIBID de Educação Física. Os alunos David e Aline, bolsistas de iniciação científica, apresentaram dados do projeto Melhoria da Saúde e Qualidade de Vida, coordenado pelo professor Cezar, e os alunos Elivelto e Yândara apresentaram os resultados das suas pesquisas de conclusão de curso, coordenados pelo mesmo professor.

No evento, o professor Cezar Grontowski Ribeiro também atuou como coordenador de apresentações de trabalhos orais e avaliador de temas livres.

segundo o professor Cezar Grontowski Ribeiro a participação em eventos científicos de grande porte demonstra a qualidade da preparação profissional que o curso de Educação Física proporciona a seus alunos, bem como a preocupação com a formação de qualidade e preparação de pesquisadores na área.

Os trabalhos tiveram como órgãos de fomento a CAPES, Fundação Araucária, Programa de Bolsas de Iniciação Científica do IFPR e o auxílio financeiro para participação do evento viabilizado pela Diretoria de Assuntos Estudantis do IFPR.