Uma das principais ruas do sistema viário urbano de Palmas, sul do Paraná, poderá ter o nome alterado. A Câmara de Palmas já votou ontem (02) em primeiro turno, o PL (Projeto de Lei) de autoria do vereador Wilmo Rodrigues Correia da Silva (PMDB), que altera de Rua 07 de Setembro para Rua Dr. José Maria de Araújo Perpétuo, como forma de homenagear o ex-prefeito e médico do município. A proposta está gerando constestações.

Várias foram às manifestações contrárias à mudança manifestadas durante o Programa Dinâmica 1050 da Rádio Club AM na manhã desta terça-feira (02). Conforme comerciantes e moradores próximos, que ligaram para a emissora, a 07 Sete de Setembro há décadas é referência não só para Palmas, mas também para outros municípios, uma vez que, além da intensa atividade comercial existente é também a via de conexão entre vários bairros da cidade e acesso de quem se dirige de outros municípios para o centro da cidade de Palmas.

Alegaram que além de ocasionar uma série de transtornos, como a necessidade de alteração de materiais gráficos pelos empresários, a questão de localização de comércios e residências estaria sendo dificultada.

Ao manifestar sua opinião um dos apresentadores do programa, Ivan Cezar, considerou que se o objetivo do projeto é prestar uma justa homenagem ao ex-prefeito e profissional médico de ampla importância para a população de Palmas, isso não estaria sendo contemplado, visto que, a atual denominação faz parte do cotidiano dos palmenses e de quem conhece a cidade há muitos anos e que por hábito as pessoas, mesmo com a mudança, continuaram se localizando pela denominação 7 de Setembro e não pelo novo nome. Ouvintes sugeriram que a proposta de homenagem ao saudoso Dr. Zé Maria é justa, mas que seja feita através de denominação de outroas em ruas, por exemplo, próximo do Hospital onde se dedicou profissionalmente durante praticamente toda a sua vida.

Para ser aprovado, o Projeto de Lei precisa de outras duas votações, que podem ocorrer na próxima quarta-feira (03), com a convocação de duas sessões extras. Os vereadores Nilo Deitos (PSD) e Alberto Thaler (PTB) manifestaram-se contrários à alteração.