O empresário Abelson Carles oficializou ontem(11) a decisão de encerrar as atividades da unidade Alcast do Brasil em Palmas, sul do Paraná, que fabrica artefatos de alumíninio da marca  Panelux. A unidade será transferida para Francisco Beltrão, onde a empresa possui sua unidade de  Fundição e Laminação de Alumínio. Atualmente com 367 funcionários, a unidade de Palmas é maior fabricante de panelas de pressão das Américas. Atualmente produz mais de  400 mil peças por mês.

A um grupo de empresários ligados a Associação Comercial e Empresarial de Palmas – ACIPA, o dirigente  elencou uma série de fatores que influenciaram na decisão, tais como a necessidade de expansão de sua planta industrial com maximização do resultados do investimento. Em sua avaliação isso será possível unindo as estruturas de fundição e transformação num só complexo e como está em Francisco Beltrão a unidade de base que fornece os suprimentos para a transformação é mais viável transferir a estrutura hoje existente em Palmas.

 Além do aspecto econômico e de gestão, o empresário também colocou situações de ordem ecônomicas, sociais e políticas vigentes em Palmas como fatores que influenciaram na sua decisão final. Frizou ainda que era o único que estava resistindo a transferência, visto que toda a equipe gerencial tanto de Palmas, quanto de Francisco Beltrão já haviam se manifestado favoráveis a mudança.

O empresário palmense reafirmou que a sua decisão é irreversível e que no máximo até o final do ano toda a unidade já estará funcionando em Francisco Beltrão, tempo que posse ser antecipado, caso a estrutura que estará sendo montada para abrigar a  unidade seja concluída em tempo menor.