O volume intenso de chuva registrado em Francisco Beltrão na sexta-feira (30) a noite mais uma vez trouxe transtornos e prejuízos para moradores do Bairro São Miguel, no cruzamento da avenida Getúlio Vargas e na Marechal Floriano Peixoto.

Várias residências foram alagadas e os moradores tiveram móveis e eletrodomésticos danificados. Em alguns casos, os moradores precisaram abrir buracos nas paredes para escoar a água que invadiu as residências. Também foi constada a queda de muros. Antoninho Gobbi teve familiares atingidos. A casa em que a mãe dele e um irmão moram ficou completamente alagada. Ele estava no trabalho e precisou ir imediatamente ao local, isso por que a mãe é cadeirante e o irmão esquizofrênico.

Antoninho, assim como os demais moradores, reclama do descaso das autoridades para com o problema que já se arrasta há anos. Conforme os moradores, os alagamentos acontecem por que a tubulação colocada no local não vence o volume de água. Seria necessário substituir a atual por tubos de espessura maior. Vários pedidos já foram feitos na prefeitura, mas os responsáveis não se pronunciaram até o momento.

Moradores chegaram, até mesmo, a fazer um abaixo assinado. E o problema teria aumentado a partir da escavação para instalação de um loteamento nas proximidades. Além da água, muita terra tem descido até as residências. Foram cinco alagamentos registrados ano passado e esse o primeiro de 2015. Se a prefeitura não der um parecer, as famílias afetadas prometem realizar manifestações no local.

Fotos: Evandro Carlos Artuzi