A agência dos Correios de Palmas, Sul do Paraná, ainda não aderiu à greve da categoria, deflagrada na última semana em boa parte dos estados brasileiros. Segundo informações da agência local, uma nova rodada de negociações entre a presidência dos Correios e o sindicato que representa os trabalhadores deve ocorrer na noite desta segunda-feira (25) e amanhã (26) a categoria volta a se reunir para decidir se adere ou não ao movimento.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Paraná (Sintcom-PR), o principal ponto da mobilização é em relação à possibilidade levantada pelo atual governo de privatização dos serviços de Correios.

O sindicato aponta que o objetivo da categoria é assegurar que o Correio permaneça público, oferecendo serviços de qualidade para a população. Sobre a questão salarial, a categoria busca uma reajuste de R$ 300,00 no salário-base, além da correção no ticket alimentação, de R$ 33,00 para R$ 45,00 por dia.