A agência do Banco de Brasil de Bituruna, sul do Paraná, mais uma vez foi alvo de bandidos. Na madrugada desta quarta-feira (04), bandidos fortemente armados invadiram a agência, estouraram portas internas e fazendo uso de explosivos com alto poder de destruição, explodiram os dois cofres centrais da unidade bancária.

Por volta das 03h, um veículo VW/Gol, de cor preta, ocupado por seis indivíduos, parou em frente à agência bancária. Do interior saíram quatro elementos, que renderam os dois seguranças da rua. Um dos meliantes, portando um fuzil, dirigiu-se à frente de uma lan house, de onde tinha posição privilegiada sobre a saída do Destacamento da Polícia Militar. Segundo relatos de um dos seguranças mantidos como reféns, um dos comparsas falou que se “os amarelinhos (Policiais Militares) saíssem, era pra atirar para matar”.

Enquanto isso, um dos bandidos permaneceu no veículo e os outros entraram na agência, estourando as portas de vidro a tiros e chegando aos cofres centrais. Tamanha força dos explosivos, placas comerciais aos arredores do banco foram derrubadas com a explosão, que despertou grande parte da cidade. O que chamou a atenção é que o foco dos bandidos eram realmente os cofres, deixando intactos os caixas eletrônicos, maiores alvos dos ladrões em ocorrências do gênero.

De posse dos malotes, os ladrões entraram no veículo, levando os dois seguranças como reféns. Ao chegarem a um cruzamento, depararam-se com um Fiat/Palio, cor prata, e acreditando tratar-se de um veículo policial, atiraram contra o mesmo. O condutor, um homem de 60 anos, que dirigia-se para o trabalho, foi alvejado por um disparo no braço, mas passa bem.

Os reféns foram liberados pouco depois. Informações extraoficiais dão conta de que o grupo contava com apoio de um veículo Mitsubishi/Pajero, de cor preta, a qual seguiu para União da Vitória. O veículo foi avistado na BR-153 pelas equipes da Polícia Militar deslocavam-se para dar apoio a equipe da PM de Bituruna.

No local do assalto, houve acompanhamento tático e confronto armado, porém na fuga os bandidos jogaram miguelitos (pregos retorcidos) na rodovia furando os pneus de uma das viaturas.

A Polícia Técnica de Guarapuava e Polícia Civil de União da Vitória trabalham no levantamento do local do roubo. Não há informações sobre o montante levado pelo bando. Fato curioso é que, exatamente, há quatro meses atrás, a agência do Banco do Brasil de Bituruna já havia sido alvo de bandidos.

Ladrões roubam banco em Bituruna e jogam moedas para o povo

Polícia aperta o cerco contra ladrões de banco em Bituruna