Os adolescentes Maria Eduarda Biedermann, 13, e Marcelo da Silva, 17, que estavam desaparecidos desde a madrugada de terça-feira (13), foram encontrados por volta das 02h desta sexta-feira (16), num assentamento no interior de Coronel Domingos Soares, sul do Paraná.
Os jovens moram em Xanxerê, oeste de Santa Catarina, e teriam sido vistos entre os municípios de Abelardo Luz e Palmas na terça-feira. A possível causa da fuga, seria a contrariedade dos pais da menor em aceitar o namoro. Os dois foram encontrados por agentes do Departamento de Investigação Criminal (DIC) Xanxerê. Ambos já encontram-se novamente no convívio familiar.
Relembre

Dois adolescentes de Xanxerê (SC), Maria Eduarda Biedermann, 13, e Marcelo da Silva, 17, fugiram de casa na última terça-feira (13) e foram vistos pela última vez entre o Rincão Torcido e Palmas, sul do Paraná. A suspeita é de que o casal tenha seguido para o município paranaense, onde tem parentes residindo. O motivo da fuga seria o fato de os pais da adolescente não consentirem no namoro, que já durava mais de 2 meses.

O casal foi visto por caminhoneiros na SC-155, por volta das 02h de terça-feira, próximo ao município de Bom Jesus. Segundo Lidiane Biedermann, mãe de Maria Eduarda, por volta das 11h eles teriam pedido informações sobre um local para comerem, além de abordarem um taxista, pedindo que os levasse até Abelardo Luz, o que foi negado. Eles seguiram para o município abelardense, onde pediram dinheiro para familiares e seguiram pela SC-155, sendo vistos pela última vez entre o Rincão Torcido e Palmas, sul do Paraná.

De posse dessas informações, o pai da garota, o radialista Itacir Biedermann (Cascata), deslocou-se até o município paranaense no intuito de localizar os jovens, visto que Marcelo tem parentes na cidade. No entanto, nenhuma informação foi obtida. O Boletim de Ocorrência foi registrado e as guarnições policiais de toda a região já foram informados sobre o desaparecimento.

Leia – Adolescentes desaparecidos podem estar em Palmas/PR