Um adolescente de 17 anos morreu ontem (05) a noite no hospital em Caxias do Sul (RS). Wesley Toyoan estava hospitalizado desde o começo da tarde, depois de ter sido baleado na cabeça por um disparo de arma de fogo. O tiro foi disparado por um adolescente com quem Wesley teria se desentendido na quarta-feira (04) a noite.

A confusão aconteceu na comunidade de Monte Bérico, interior de Flores da Cunha (RS). Um colega de Wesley, de 16 anos, também foi baleado e está se recuperando. Os dois são de Francisco Beltrão (PR) e estavam no Rio Grande do Sul trabalhando como safristas. O corpo de Welsey está sendo transladado para o PR.

O fato

Segundo testemunhas, os menores estavam sentados na varanda da casa dos patrões junto com outros funcionários quando o atirador chegou com a arma em punho, acompanhado de outra pessoa, e atirou. A Brigada Militar foi chamada e durante as buscas apreendeu um Corsa ocupado por dois homens. Eles seriam primos de uma das vítimas e estavam à procura do atirador em busca de vingança.

A Polícia Civil foi avisada e auxiliou nas buscas, tendo êxito em localizar o suspeito pelos disparos na madrugada dessa sexta-feira (06). Após receber informações de populares, policias civil e da Brigada Militar conseguiram localizar em uma mecânica na comunidade Fulina o veículo (Voyage) de propriedade de um homem de 24 anos, também envolvido no crime.

O dono do carro foi preso e o suspeito de efetuar os disparos, que tem 17 anos, foi apreendido. Ambos foram reconhecidos por testemunhas. Uma moto de propriedade de um dos acusados também foi apreendida. A polícia só não conseguiu encontrar as armas usadas pelo atirador.

Fonte e fotos: aira Albuquerque (Rádio Solaris)