Estão em liberdade desde sábado (13) os três homens presos pela Polícia Militar em Nova prata do Iguaçu na noite de quinta-feira (11), acusado de fazer parte de uma quadrilha de arrombadores de agências bancárias que vinha agindo na região sudoeste. Os três foram presos quando retornavam da região oeste do Estado, onde teriam arrombando uma agência do Sicoob e detonado o caixa eletrônico com explosivos na madrugada de quarta-feira (10).

Valtuir Borges da Silva, 23 anos; Gilvan Carlos de Jesus, 34 anos e Vinicius Rodrigo da Silva, 25 anos, também tinham a quantia de R$ 3.714,00, dinheiro furtado no Sicoob, inclusive algumas cédulas apresentavam indícios da explosão do caixa eletrônico. Eles foram autuados na Delegacia de Polícia Civil de Salto do Lontra, mas ficaram preso apenas dois dias.

No sábado, a juíza da comarca expediu alvará de soltura dos três. A justificativa é que não foram presos em flagrante delito, por isso devem responder pelo crime em liberdade. Ainda segundo a juíza, faltaram provas para manter os três na cadeia. Com o favorecimento da justiça, os três já estão novamente nas ruas.

Neste domingo (14) foram vistos comemorando a liberdade regados a bebida alcoólica em um bar no centro de Dois Vizinhos e na praia de Cruzeiro do Iguaçu. Um deles chegou a postar uma foto na rede social com várias cédulas de dinheiro. O texto tem a seguinte mensagem: ganhei no bolão, me desculpe né! Mas com a soltura dos três, a polícia vai dar continuidade as investigações para chegar a outras pessoas que tenham envolvimento com a quadrilha e foram denunciados nos depoimentos prestados pelos acusados.

No setor de segurança, o clima é de revolta, uma vez que as prisões são o resultado de um trabalho de investigação que durou quase 90 dias. Vários policiais se desdobraram diuturnamente para monitorar a quadrilha e ter provas suficientes para executar a prisão. É importante lembrar que, além do Sicoob em Vera Cruz do Oeste, a quadrilha também explodiu e furtou o dinheiro do Sicoob em Boa Esperança do Iguaçu. Ainda tentou explodir o Bradesco em São Jorge D´Oeste e, em duas oportunidades tentou detonar os caixas eletrônicos do Bradesco em Cruzeiro do Iguaçu, a última ação nesse local foi na madrugada de terça-feira (09).