A Polícia Rodoviária Estadual encerrou ontem (08), ao meio dia, a Operação Corpus Christi 2015. No comparativo com igual período de 2014, foi constatado um aumento bastante significativo no número de mortes. Em 2014 durante os cinco dias de operação foram registrados 27 acidentes, com 19 feridos e uma morte.

Nesse ano, foram 24 acidentes, com 24 feridos e 4 mortes. Também foi verificado aumento no número de autuações, que passou de 177 em 2014 para 216 em 2015. Imagens coletadas pelo Radar Fotográfico também apresentaram elevação: Em 2014 foram 274 e nesse ano 282. Desses casos, um em especial chamou a atenção da Polícia Rodoviária Estadual.

No domingo (07), pela manhã, durante operação com o radar na PR 281, próximo de Chopinzinho, um veículo Saveiro foi flagrado transitando a 183 Km/h. Além disso, o motorista fez uma ultrapassagem em local proibido, inclusive pondo em risco a integridade de outros usuários da rodovia. Ele foi autuado conforme prevê a legislação de trânsito em vigor, respondendo inclusive por direção perigosa.

Flagrante de veículo a 183 Km/h:

De acordo com o Tenente Marcelo Pereira, da Sexta Companhia de Polícia Rodoviária, o excesso de velocidade foi a principal causa constatada nos dois acidentes com mortes durante o feriadão. O Primeiro foi na PR 158, em Chopinzinho, e matou dois jovens com 20 e 24 anos, respectivamente. Ambos viajavam num Astra que saiu da pista e caiu numa ribanceira, na madrugada de domingo.

O outro acidente fatal foi na PR 180, em Marmeleiro. Um Saveiro e uma Blazer bateram de frente e os motoristas morreram na hora, prensados nas ferragens. O condutor da Blazer tinha 43 anos e o motorista da Saveiro era um rapaz de 21 anos.