A Sanepar informa que vândalos destruíram todos os equipamentos na captação de água do Rio Tamanduá e na estação de tratamento de água de Salgado Filho no fim de semana. Desde então, o abastecimento está sendo feito apenas pelos quatro poços que atendem ao sistema. Equipes trabalham no levantamento dos danos e na recuperação das unidades danificadas, ainda sem prazo para conclusão. O sistema poderá apresentar falta temporária de água em algumas regiões da cidade. Ainda não há previsão para que a captação e a estação de tratamento voltem a operar e nem para a normalização completa do abastecimento.

A Sanepar tranquiliza a população quanto à qualidade da água distribuída. Os vândalos despejaram um balde de cloro em apenas em uma câmara de contato, que não estava operando no momento da ação. Assim, o produto não entrou na rede de distribuição de água da cidade e não oferece nenhum tipo de risco à saúde dos moradores. A ação foi registrada na Delegacia de Polícia Civil da cidade que trabalha na investigação para identificar os culpados e para aplicar as penas cabíveis.

Em razão de o sistema estar operando somente com os poços, os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), poderão ficar sem água. A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.

A orientação é evitar desperdícios. A Sanepar conta com a participação de todos!

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Fotos: Fernando Silva