Pelo segundo mês consecutivo, Palmas, Sul do Paraná, registrou saldo negativo na geração de empregos. Isso ocorre quando mais trabalhadores são demitidos do que contratados. No mês de abril foram -81 vagas, com a admissão de 354 trabalhadores e o desligamentos de outros 426.

Entre janeiro e fevereiro, Palmas chegou a 502 novos empregos. No entanto, em março foram registradas 526 demissões e apenas 410 admissões, levando o município a contabilizar o primeiro saldo negativo, -116 vagas.

No acumulado do quadrimestre – de janeiro a abril – Palmas contabiliza um saldo positivo de 305 empregos, 48% menos que o registro no mesmo período de 2016, que acumulou 588 vagas preenchidas.