Entrou em funcionamento na última semana, em Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, o sistema de videomonitoramento do programa Bem-Te-Vi, parceria do Poder Público municipal, Ministério da Justiça e Governo do Estado. São 10 câmeras instaladas em pontos estratégicos no centro e nas entradas da cidade.

A central de controle e monitoramento funciona na sede do Pelotão da Polícia Militar. De acordo com o comando da PM em Abelardo Luz, os pontos de instalação das câmeras foram definidos por meio de estísticas criminais, levando em conta áreas com maior concentração comercial, sistema bancário e com maior circulação de automóveis.

As imagens serão compartilhadas entre PM e Polícia Civil, auxiliando na identificação de autores e suspeitos de atos ilícitos. Conforme o sargento Carlos Alberto Guinzelli, em menos de quatro dias de funcionamento, o sistema contribuiu para a solução de duas ocorrências. Em uma delas foi possível a identificação do autor de dois incêndios criminosos em veículos, ocorridos no centro da cidade.

O programa tem por objetivo ampliar a utilização do sistema de videomonitoramento das cidades catarinenses, atuando sobre três pilares:

– Prevenção – com implantação de sinalização indicando as áreas vigiadas e com a presença de policiais nas centrais de monitoramento e em outros pontos estratégicos;

– Combate ao Crime – quando o crime foi consumado, as imagens das câmeras apontam a localização do criminoso, o que diminui consideravelmente o tempo de reposta da polícia;

– Investigação – a visualização das imagens captadas pelas câmeras  de qualquer cidade do Estado poderão ser visualizadas pela Polícia Civil, através da internet.