Aos poucos o abastecimento de água volta ao normal na cidade de Chopinzinho, sudoeste do Paraná. Segundo informações da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná) durante esta quinta-feira (20) aproximadamente 15 mil pessoas ficaram sem água. O abastecimento retornou  por volta das 22h30 de ontem, mas em algumas áreas da cidade casas estão sem água.

 

O rompimento de uma adutora localizada no Bairro Verdi, causou o desabastecimento na área urbana da cidade, “houve um rompimento na adutora, que é a rede maior que transporta água do Rio do Meio até a estação de tratamento de água. Ela rompeu próximo ao rio e ao fazer a escavação na margem, o fluxo da água invadiu onde iria consertar a rede na noite de quarta-feira”. Explica o Gerente Regional da Sanepar, Aderbal Luis Roncatto.

 

 

O conserto da adutora foi concluído ao meio-dia desta quinta-feira, mas o abastecimento começou já era 22h30. “Eles conseguiram efetuar o concerto próximo ao meio-dia. Aí começou o trabalho de voltar o abastecimento na cidade, toda a malha da rede secou. Nesse sentido começou a intensificação, a produção. Então ontem boa parte da cidade já foi abastecida, hoje está indo uma equipe de Pato Branco para dar auxílio ao pessoal de Chopinzinho”.

 

Em alguns bairros como São Genaro, São José, Nossa Senhora Aparecida e alguns pontos isolados na Avenida XV de Novembro, ouvintes da rádio Difusora entraram em contato e falaram que ainda estão sem água. O fato segundo Roncatto acontece porque, “Chopinzinho tem aproximadamente 70 mil metros de malha de rede e secou todas essas redes. Então o que vamos fazer hoje, abastecer principalmente escolas, creches, hospitais e fazer um rodízio porque nas partes mais altas são os mais prejudicados no abastecimento público. Na parte da manhã um setor da parte baixa é fechado, isolar uma área no bairro para recalcar essa água para a parte mais alta”. Frisa o Gerente Regional da Sanepar de Pato Branco.

 

Aulas

Nesta sexta-feira (21) as escolas estaduais e municipais de Chopinzinho, inclusive as creches estão com as aulas normais. Em todas as escolas da área central da cidade o abastecimento de água foi efetuado.