Nesta quinta-feira (13) a AMSOP (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná) realiza assembleia para definir sua nova diretoria, com a presença de prefeitos que representam os 42 municípios integrantes. Na ocasião a entidade irá realizar o lançamento de um livro em comemoração aos seus 50 anos.

A obra foi viabilizada com apoio da Itaipu Binacional e escrita pelo jornalista Ivo Pegoraro que destaca a satisfação em participar desse projeto, “eu acho que muita gente vai gostar, não só pelo pela beleza dele, mas pelo conteúdo que conta os 50 anos da AMSOP.  Foi uma experiência fantástica voltar a lugares, ver coisas que você não viu naquele tempo e tentar juntar essas informações que se tem. São muitos dados, pilhas de atas, cadernos sobre reportagens e muitas entrevistas, que a gente tentou juntar por temas, contando essa história”.

  • Compartilhe no Facebook

Ivo Pegoraro em entrevista à TV Beltrão (Foto: Reprodução)

O tempo para uma produção como essa segundo o jornalista seria de no mínimo dois anos, porém a equipe teve o período de nove meses para realizá-lo: “tivemos esse curto tempo, mas graças ao empenho de todos, cada um fazendo sua parte, hoje entregamos esse livro. Ele claro, não está completo, mas em uma próxima edição espero que possam completar as informações que faltam”.

A instituição foi fundada em 1968 e entre os registros do livro que conta sua história, estão entrevistas com cada um dos 45 nomes que já ocuparam a presidência da AMSOP. “Aqui tem um resumo de cada município, o nome de todos os prefeitos que o Sudoeste já teve e cada um vai receber seu exemplar, são exemplares não só para os prefeitos, mas para todas as pessoas relacionadas com a entidade”. Nesta primeira edição com patrocínio da Itaipu, serão mil exemplares distribuídos. Como o livro faz parte do Sudoeste em Livros do Jornal de Beltrão, os assinantes também vão receber o exemplar.

Para os próximos 50 anos o jornalista não esconde o desejo de que se dê mais apoio à produção de livros já que muitos documentos e depoimentos estão se perdendo, “temos tanta gente que gosta de literatura, de história, mas precisam de condições para trabalhar com isso, a gente quer que nos próximos 50 anos. Temos uma literatura e história muito ricas e precisamos transformar isso em livros”.

A obra mostra as atividades realizadas pela AMSOP que Ivo Pegoraro destaca como um trabalho muito sério, “a gente pode ver que em toda reunião, todo evento eles estão discutindo alguma coisa de interesse da nossa população. Eles fazem o possível, tentam negociação com Governo do Estado, Governo Federal, com entidades, com a população, eles apoiam movimentos populares, ouvem as reivindicações…. Enfim é um trabalho todo dedicado ao nosso sudoeste” e finaliza: “mergulhar neste livro é mergulhar na história do Sudoeste!”.