Menu
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
23 de janeiro de 2021
Rádios

Filme gravado no meio-oeste de Santa Catarina disputará Festival de Cannes

Educação e Cultura

por Guilherme Zimermann

15680703645d76dadce2bd5_1568070364_3x2_md
Publicidade

Um filme gravado nas cidades de Salto Veloso, Treze Tílias e Água Doce, no meio-oeste de Santa Catarina concorrerá à premiação do principal festival de cinema do mundo.

Na última quarta-feira (03), o Festival de Cannes, na França, anunciou a lista de filmes que vão concorrer à Palma de Ouro, prêmio máximo da Seleção Oficial. Entre os selecionados está o longa brasileiro “Casa de Antiguidades” gravado nas cidades catarinenses.

O filme de João Paulo Miranda retrata a vida de um operário negro, Cristovam, vivido pelo ator Antônio Pitanga, em uma cidade fictícia de colonização austríaca no sul do Brasil. Além de retratar temas como o racismo, parte da polarização política de 2018 é abordada pela trama.

Na trama, Cristovam é operário de uma fábrica de laticínios transferido para o sul do país. Seus novos colegas são louros, de olhos claros, e caçoam dele em alemão. Desde o início deslocado, Cristovam descobre na casa abandonada do título um refúgio da comunidade local. Ao passear por seus corredores escuros e vasculhar seus móveis, cobertos de poeira, encontra indícios de uma vida anterior que acredita ter sido sua.

Publicidade
Publicidade

O filme foi o único brasileiro selecionado pelo festival. “Casa de Antiguidades” tem previsão de lançamento para o final deste ano nos cinemas brasileiros.

Publicidade