Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
16 de outubro de 2021
Rádios

Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas

Religião

por Guilherme Zimermann

DSC_0046
Publicidade

Fiéis foram às ruas de Palmas nesta terça-feira (12), celebrar o Dia de Nossa Senhora Aparecida. Seguindo as recomendações sanitárias de prevenção à Covid-19, foi realizada uma procissão, saindo da Praça Bom Jesus até a igreja matriz da paróquia do bairro Lagoão.

Uma missa campal em frente à Igreja foi realizada, contando com ampla participação popular. Em seguida, foram entregues os churrascos, além de pães e cucas para os fiéis levarem para casa.

  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Fiéis celebram Dia de Nossa Senhora Aparecida em Palmas

Dia de Nossa Senhora Aparecida

Publicidade
Publicidade

Em outubro de 1717, o Conde de Assumar, então Governador do Brasil, foi em visita a Guaratinguetá. Visto que aqueles eram dias de abstinência de carne, Felipe Pedroso, Domingos Martins Garcia e João Alves foram encarregados de procurar outro tipo de alimento para o ilustre visitante e sua comitiva.

Após algumas tentativas decepcionantes, os pescadores encontraram uma imagem de terracota, representando a figura da Imaculada Conceição. Ela foi pescada em duas vezes: na primeira, acharam o corpo e, na segunda, a cabeça. O fato ocorreu no Porto de Itaguaçu. Como nos relatos bíblicos, a pesca sucessiva foi extremamente abundante.

Os piedosos pescadores e seus familiares iam rezar, todas as noites, diante da imagem da Virgem Imaculada na casa de Felipe Pedroso. Mais tarde, este construiu um pequeno oratório onde colocou a imagem aparecida.

Todos os sábados, os vizinhos e as pessoas que sabiam do fato, se reuniam para rezar o Terço. A partir disso, começaram a ocorrer milagres e o povo começou a chamar a imagem como Nossa Senhora Aparecida.

Publicidade
Publicidade

Em 1745 foi inaugurada a primeira capela; com o passar do tempo,  em 1842, foi iniciada a construção de um templo, inaugurado em 8 de dezembro de 1888 e, em 1893, elevado a Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida.

Em 1904, deu-se a coroação solene da imagem, a pedido do Papa São Pio X; em 1930, Pio XI a declarou e proclamou “Rainha e Padroeira do Brasil”. Em 1967, o Papa Paulo VI ofereceu a “Rosa de Ouro” à Basílica de Aparecida, por ocasião dos 250 anos do aparecimento da imagem. A atual Basílica Nacional foi inaugurada, solenemente, em 1980, pelo Papa São João Paulo II.

Fonte: A12

Publicidade