A equipe do técnico Ivair Cenci derrotou a portuguesa londrinense por 2 a zero e assumiu a liderança da segundona do paranaense, com dois jogos e duas vitórias. O time foi comandado pelo auxiliar técnico Aucione Vaz, já que o professor Ivair cumpriu o último jogo de suspensão, pela expulsão do ano passado contra o Iraty.

Em campo, o União buscou a vitória do início ao fim. O goleiro do time beltronense, Marcos Paulo, não foi exigido durante a partida. O primeiro gol do união saiu em jogada de escanteio, com o cruzamento de tiaguinho na medida para o cabeceio de Casimiro que vibrou muito com o gol marcado.  Essa foi a estreia de Casimiro, pois ele ficou fora do time por sete dias, devido a uma lesão muscular. O primeiro tempo ainda teve outros lances de perigo, mas o União foi para o intervalo vencendo por 1 a zero.

Na segunda etapa, A portuguesinha voltou disposta a complicar a vida do União em casa. Porém, aos 13 minutos, o goleiro Fabrício, da Portuguesa, foi expulso porque agrediu um gandula. O árbitro Robson Babinski não admitiu a agressão e expulsou o goleiro. O técnico Canário optou por sacar o atacante Pablo e colocar no jogo o goleiro Reserva Thales. Logo em seguida, o meia Natan fez falta no lateral Júlio Lopres, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com dois jogadores a mais, o União foi pra cima do adversário e marcou o segundo gol com Sato, que chutou de fora da área, no ângulo, sem chances para o goleiro.

O placar final foi 2 a zero para o União. Mesmo sendo numa quarta feira a tarde, pois a iluminação do estádio anilado ainda não está pronta, o público presente foi de 598 pessoas, gerando uma renda bruta de R$ 7.460.