O supervisor do Cresol/Marreco futsal, Ricardo Ronqui foi agredido por torcedores da Camisa 6, torcida organizada do Pato Futsal quando se preparava para embarcar no ônibus e ir embora, depois do jogo de sábado, 24. A agressão foi registrada em frente ao ginásio Dolivar Lavarda por quatro pato-branquenses.

Ricardo relatou que depois do empurra-empurra acabou batendo a cabeça numa viga e teve um corte profundo na cabeça. Ele levou sete pontos no corte. Ontem, 26, Ricardo fez uma tomografia e aguarda o resultado dos exames. Ele disse que toda a situação já foi relatada aos responsáveis pela Liga Nacional de Futsal e registrou um Boletim de Ocorrência contra os agressores.

Declaração do supervisor Ricardo Ronqui: