Às vésperas da quinta e sexta partida pelo Paranaense de Futsal Série Ouro, contra São Lucas de Paranavaí e Pato Branco, no sábado (21) e terça-feira (24), respectivamente, os jogadores e comissão técnica da Prefeitura de Palmas/Santa Pelizzari, ainda não se conformam com a derrota por 2 a 1 em Umuarama. O sentimento é que o placar poderia ter sido outro.

Pelo menos dois lances são questionáveis, o primeiro quando Kevin ao buscar a bola para cobrança de lateral, se protege levantando a mão e a árbitra Katiucia Meneguzzi de Cascavel, interpretou como intencional aplicando o amarelo. No segundo lance polêmico, envolveu a mesma árbitra e novamente Kevin, em contra-ataque do time umuaramense, o jogador do Palmas intercepta somente a bola segundo ele, entretanto, Katiucia entende que a jogada foi faltosa e aplica o segundo amarelo e consequente vermelho, expulsando o jogador que fica de fora das duas próximas partidas do Palmas na competição.

Esses lances polêmicos aconteceram doze dias após os palmenses vencerem em casa o Cascavel, onde também aconteceram lances com erros de interpretação. Quando a partida estava empatada em 3 a 3, os cascavelenses estavam com goleiro-linha e perderam a bola, Renan puxava contra-ataque e ficaria sem goleiro para marcar o gol, mas o árbitro preferiu anotar a falta a favor de Palmas, ao invés de seguir com a vantagem, desta forma, beneficiando o infrator.

O técnico e vice-presidente do Palmas, André Carrinho não esconde sua insatisfação com a Federação Paranaense e pede melhoras no quadro de arbitragem. Carrinho diz que não quer ser leviano ao afirmar que equipes de arbitragem erram intencionalmente, mas considera “que a quantidade de erros que vem ocorrendo prejudicam enormemente a sua equipe que, além ter investimento desigual, comparado à maioria dos times da ouro, ainda se vê prejudicado dentro de quadra por erros grosseiros da arbitragem”.

Para as próximas partidas do Palmas em casa, a FPFS já anunciou os árbitros, um deles em 2017 foi muito questionado pelos palmenses por suas atuações em jogos, tanto em casa, como fora. Embora oficializadas todas as reclamações, a Federação insistiu em escalá-lo, não preservando o próprio árbitro e pior, gerando uma tensão desnecessária para a partida.

A rádio Club FM, 99,5, vai transmitir Palmas x São Lucas (sábado, dia 21, 20 horas) e Palmas e Pato (terça, dia 24, 20 horas) ao vivo, apoio:

  • Compartilhe no Facebook