Um personagem folclórico e apaixonado por Francisco Beltrão e pelos times de futebol ou futsal que representam a cidade. Assim pode ser caracterizado Izaias de Oliveira, 41, que mora há 12 anos em Londrina. “Estou em Londrina por causa do trabalho, mas minha família e meu coração nunca saíram daqui”, explicou.

Para não perder o vínculo com a cidade, Izaias informou que acompanha todas as notícias, diariamente, através da rádio Onda Sul Fm, com um aplicativo de celular, e lê matérias no site do Jornal de Beltrão. A mãe, dona Justina, mora no bairro Água Branca, em Francisco Beltrão, e neste final de ano, como todos os anos, Izaias está passando as festas de natal e ano novo ao lado de familiares na cidade. Por isso, mais de perto, consegue acompanhar diretamente os fatos que envolvem o município, e principalmente, o esporte, que é sua paixão.

Em Londrina, Izaias trabalha numa empresa de engenharia e cumpre expediente das 7h até 19h,  entretanto, sempre ligado na programação da Onda Sul Fm, e à noite, na internet, no site do Jornal de Beltrão. “Lá ninguém me conhece por Izaias, mas se pedirem do Beltrão, todo mundo vai saber quem sou eu, esse é meu apelido”, comentou.

Nesta semana, a convite do jornalista e apresentador do Placar 98, Everton Leite, da Rádio Onda Sul Fm, Izaias participou do programa e se emocionou ao lembrar da vitória do Cresol/Marreco futsal na final dos Jogos Abertos do Paraná. Porém o amor verdadeiro da vida dele é o Francisco Beltrão futebol clube. Tanto que para ir trabalhar, na missa, sair para dar uma volta ou em qualquer lugar que precise ir, a “roupa oficial” é uma das dez camisas do Beltrão que ele tem. Além disso, tem edredom, travesseiro, fronha, shorts, jaqueta e um “bandeirão” – tudo do Beltrão Futebol Clube – que ele carrega por onde for. “Quando me convidam pra ir num casamento, prefiro não ir, porque não posso ir com a camisa do Beltrão. A minha namorada lá de Londrina, às vezes me pergunta se eu não tenho outras roupas, que não seja com o emblema do Beltrão. Só respondo que essas são as que eu gosto mais”, brincou Izaias.

Ontem, Izaias teve a oportunidade de visitar o Estádio Anilado e ficou impressionado com a beleza das arquibancadas, principalmente do Barranco. “Fazia mais de dois anos que eu não pisava aqui neste estádio, e muito mais de dez anos que eu não pisava no gramado” explicou emocionado com a possibilidade.

Para finalizar, ele contou que quando mais novo, jogava futebol como zagueiro, e depois treinador de goleiro das categorias de base, de uma escolinha de futebol, na Água Branca. Izaias disse que pretende voltar morar em Francisco Beltrão, mas enquanto isso não acontece, ele vai continuar torcendo pelo desenvolvimento da cidade, e pelos times de futebol e futsal que representam o município.

DSC_3284
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3285
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3286
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3287
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3288
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3289
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3290
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3291
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3292
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3294
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3295
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3296
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3297
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3299
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3300
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3301
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3302
  • Compartilhe no Facebook
DSC_3303
  • Compartilhe no Facebook
izaias 1
  • Compartilhe no Facebook
izaias 2
  • Compartilhe no Facebook