Após seis anos de espera, Palmas retornará ao Campeonato Paranaense de Futsal. O tão aguardado retorno se dará pela série Bronze, prevista para iniciar em 12 de abril. A última participação no paranaense foi em 2007 na série ouro quando a equipe acabou sendo rebaixada para a prata e sem patrocínios acabou desistindo da competição.

Nesta quarta-feira, dia 12 de fevereiro, na sede do Sindicato Rural, a Associação Palmas Esporte, apresentou para a população a diretoria executiva para os próximos dois anos. O presidente será José Luiz Strapasson, tesoureiro Valter Vedana e o secretário Alcione de Almeida Rocha.

A associação abarca, momentaneamente, um time adulto de futsal que disputará a chave bronze do paranaense, Taça Sudoeste e Jogos Abertos e um time sub-17 que fomentará a equipe principal com novos talentos e participará das disputas estaduais da categoria. Segundo Strapasson em breve outros esportes serão contemplados pela associação que tem como fim social oportunizar aos jovens e adultos a inserção no esporte deixando-os mais longe das drogas.

Strapasson divulgou que a diretoria deverá definir nos próximos dias o nome máster do time, segundo informou, os patrocinadores ainda não estão todos fechados e as cotas mínimas de patrocínio são de R$ 150,00 ao mês, “temos cotas com valor baixo para que qualquer empresário possa estampar sua marca no time e contamos também com patrocínios máster onde o valor aumenta conforme a visibilidade”, disse.

Bicampeão da Taça Sudoeste de Futsal (2012/2013), André Bueno, Carrinho como é popularmente conhecido será o técnico da equipe, recentemente ele participou de um curso com o técnico Marquinhos Xavier, da Copagril de Marechal Cândido Rondon, atual campeão paranaense da série ouro. Carrinho se diz confiante no projeto, “acredito que temos um elenco de grande experiência no futsal paranaense, mesclando com a juventude as nossas pratas da casa têm tudo para fazer bonito nestas competições”, destacou.

JOGADORES – Foram convidados inicialmente 25 atletas que residem em Palmas, estes deverão iniciar na segunda-feira (17) no ginásio Monsenhor Engelberto uma bateria de avaliações e treinamentos físicos, uma comissão disciplinar em conjunto com a comissão técnica selecionará 16 desses atletas que posteriormente serão contratados pela associação, “qualquer atleta que se sinta apto em atuar na equipe poderá participar das avaliações, basta comparecer na próxima segunda-feira às vinte horas no ginásio de esportes”, explanou Bueno. Pela proposta apresentada aos atletas, além do pagamento através de contrato, parte da renda obtida nos jogos em casa também será revertida aos jogadores.

Para Strapasson os atletas carregam consigo a responsabilidade de representar o município, contudo, atos de indisciplina não serão tolerados tanto dentro como fora das quadras, “não interessa se o atleta é bom, todos serão tratados de forma profissional e exigiremos tratamento recíproco, pois o intuito maior é que a associação funcione o mais próximo possível do profissionalismo” enfatizou.

TREINOS – O grupo que disputará a Chave Bronze treinará de segunda a sexta-feira, somente no período noturno, divididos em treinos táticos e técnicos e academia para aprimorar a condição física.

JUVENIL – A intenção da diretoria do Palmas Esporte é fortalecer o time juvenil, que vai representar a cidade em competições regionais e oficiais do Estado do Paraná. Esses atletas serão observados e poderão ser incorporados ao time que disputará a Chave Bronze, principalmente, quando time sofrer baixa por lesões ou suspensões.