Em solenidade na Câmara de Vereadores de Palmas, Sul do Paraná, na última sexta-feira (20), foi lançada oficialmente a Liga Palmense de Cultura, Esporte e Lazer (LIPACEL). O objetivo da entidade é fortalecer o esporte local através de incentivos e da realização de competições. Na cerimônia foi anunciado o primeiro evento da Liga, a Taça Cidade de Palmas de Futsal, que acontecerá no próximo mês de março, com nove equipes das Séries Ouro, Prata e Bronze do futsal paranaense e Liga Nacional.

O presidente da LIPACEL, Claudio Lombardi, destacou que a iniciativa busca valorizar os talentos do esporte palmense, fortalecendo modalidades tradicionais no município e dando suporte para que entidades e clubes do município possam participar de competições à nível estadual.

Presidentes de ligas esportivas da região, clubes de diversas modalidades, presidentes de federações, dentre eles, o presidente da Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS), Jesuel Laureano, o vice-presidente, Neocir José Nezze, o presidente da Federação Paranaense (FPRB) e candidato à presidência da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Amarildo Rosa, além de autoridades civis e militares, como o comandante da 15ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada, major Lanzellote, que em seu pronunciamento, enfatizou a importância do investimento no esporte, como reflexo da capacidade e da força de um país. “Podemos citar o exemplo dos Estados Unidos, uma potência em vários segmentos, desde o esporte até as Forças Armadas. É esse exemplo que temos que seguir e a LIPACEL vai ao encontro disso”, afirmou.

O presidente da FPFS reafirmou o apoio da entidade estadual à LIPACEL, que na sua opinião, “já nasce grande”, com projetos ambiciosos, buscando o desenvolvimento do esporte no município. Anunciou Laureano, que a primeira parceria entre a liga e a federação será a Taça Cidade de Palmas, mas antecipou que novas alianças deverão ser firmadas, principalmente, no apoio às categorias de base.

O candidato à presidência da CBB, Amarildo Rosa, lembrou de sua relação com Palmas, quando o município sediou o do Campeonato Brasileiro de Basquete Feminino sub-15, em 2010, e sub-19, em 2011. Salientou que através da LIPACEL, o município poderá voltar a receber eventos de nível nacional, com o desenvolvimento de novas modalidades e de novos atletas. “O nascimento dessa liga é fundamental para o esporte da região”, analisa e também cobrou do Poder Público o apoio a todos os esportes, com de incentivos e participações em todas as atividades.

Sobre a eleição à Confederação, Amarildo Rosa demonstra otimismo, contabilizando o apoio de 16 federações estaduais. “Estamos muito confiantes e, se eleito, voltarei a Palmas, como presidente da Confederação Brasileira de Basquete, e juntamente com a prefeitura municipal e com a LIPACEL, para anunciar a realização de novas competições nacionais no município”, anunciou.