O Francisco Beltrão FC foi julgado pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) na noite de segunda-feira, dia 23, em Curitiba, e foi punido com a perda de 9 pontos e ainda terá que pagar uma multa de R$ 4 mil. A equipe perdeu três pontos pela partida contra o Toledo e mais seis pontos por ter vencido o Cianorte por 1 a 0 com 18 jogadores irregulares, que não estavam registrados no BID (Boletim Interno Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) nas duas primeiras rodadas da Divisão de Acesso.

Com a punição, a equipe do técnico Didi Santiago fica com seis pontos negativos na competição, sendo que ainda tem 18 pontos a serem disputados, ou seja, o Beltrão FC pode chegar a somente 12 pontos, o que ainda seria suficiente para classificar entre os oito melhores da segunda fase. Portanto, o lanterna da Divisão de Acesso não é mais a Portuguesa Londrinense, que ainda não somou ponto, mas o Beltrão FC, que está devendo pontuação após três rodadas.

Mas segundo o técnico Didi Santiago, se o Beltrão FC vencer todos os jogos em casa, já tem chances de se classificar, pois o Andraus tem apenas dois pontos. O primeiro jogo em casa após a turbulência acontece no próximo domingo, dia 29, às 15h30, no Estádio Anilado, contra o Apucarana Sports.