Nesta sexta-feira (21) o quadro “Prefeituráveis” da Rádio Onda Sul FM, recebeu o odontólogo Talles Vanderlinde, filiado ao Partido Novo. Nesse quadro a rádio abre espaço em sua programação jornalística para entrevistar os prováveis candidatos a prefeito de Francisco Beltrão nas eleições de 2020.  A intenção da emissora é desde já, promover um debate e tornar a população ciente dos prováveis nomes e propostas.

O quadro vai ao ar as sextas-feiras, as 09 horas e cada convidado tem direito a 10 minutos de entrevista, com a oportunidade de responder dois questionamentos. Antes de Talles, foram entrevistados o ex-vice-prefeito Eduardo Scirea (PT) e o vereador Aires Tomazoni (MDB).

– O senhor gostaria de disputar eleição para Prefeito?

Respondendo a primeira pergunta, Vanderlinde foi bem objetivo na sua resposta. “Eu serei direto como sempre sou, eu quero sim ser Prefeito de Francisco Beltrão e esse é um objetivo, um sonho que tenho”. Segundo ele, foi depois de uma reunião que o partido decidiu indicá-lo a pré candidato a Prefeito. “Eu encaro isso com muita responsabilidade e humildade, não me coloco a candidato da oposição ao Prefeito Cleber, gosto da administração dele, sou um pré candidato do partido Novo, a gente quer é ajudar com idéias e criatividade, ajudar a atual administração para melhorar a qualidade de vida da população beltronense”, destaca. 

  • Compartilhe no Facebook

– Caso seja eleito Prefeito de Francisco Beltrão, o que o senhor acha que o município está precisando hoje?

“Francisco Beltrão é um município novo e vem crescendo muito, todos os Prefeitos colaboraram para esse crescimento, a nossa estrutura física municipal, a estrutura de funcionários públicos é bem completa, de muita qualidade e isso foi sendo conquistado no decorrer dos anos”. Segundo ele, existem vários pontos na área da saúde e da educação que devem ser melhores trabalhados, mas o ponto principal que falta para o município, seria uma reforma industrial. “O nosso município é muito dependente do setor moveleiro e da indústria avícula, essa dependência traz um risco para a nossa economia, temos que trabalhar para trazer uma indústria grande que vai proporcionar qualidade de emprego, estamos pensando em algo na área da tecnologia”.

A reforma da previdência e tributária foi outro ponto destacado pelo Prefeiturável. “A lei de responsabilidade fiscal cobra que o município gaste no mínimo 15% do orçamento na saúde, 25% em educação, além dos gastos que o município tem com a folha de pagamento, restando apenas 5% dos recursos da prefeitura para investimentos, o partido Novo está fazendo o incentivo pela reforma da previdência e reforma tributária, para que os estados, os municípios e a união tenham mais dinheiro para investir e trazer mais qualidade de vida para a população”, afirma Vanderlinde.

Confira a entrevista na íntegra