A Justiça Eleitoral da Comarca de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, indeferiou o pedido de registro da chapa concorrente ao Executivo da Coligação Pelo Povo, Trabalho e Transparência (PMDB/PSDB/PTB/PSC/PPS). A decisão foi publicada, na noite de segunda-feira (12), pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), junto com a sentença que indeferiu o registro do candidato a prefeito Nerci Santin (PMDB).

O pedido de indeferimento do registro do candidato Nerci Santin foi representado pela Coligação “Unidos Pelo Povo”, alegando a sua inegibilidade em razão da condenação de crime de resistência qualificada em 2010 e por ter suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina quando era prefeito.

A Coligação “Pra Frente Abelardo Luz”, também apresentou pedido de impugnação contra Santin, alegando que o candidato teve suas contas desaprovadas pelo TCE, além da inegibilidade em razão de condenação criminal em trânsito em julgado em 13 de dezembro de 2010.

O juiz da 71º Zona Eleitoral, José Antonio Varaschin Chedid, julgou parcialmente procedentes os pedidos de impugnação formulados nas ações ajuizadas pelas coligações e indeferiu o registro do candidato a prefeito Nerci Santin. De acordo com a sentença, mesmo o candidato a vice-prefeito, Cleomar Finger (PMDB), tendo seu registro aprovado e apto a concorrer às eleições majoritárias de 2016, o Juiz impugnou o registro da chapa majoritária devido o indeferimento da candidatura de Nerci Santin.

Cabe recurso da decisão, que não impede a continuidade da campanha da chapa indeferida.