Nas eleições deste ano, partidos não poderão formar coligações na disputa por vagas no Legislativo. Assim, as siglas terão que registrar individualmente seus candidatos às nove vagas da Câmara de Vereadores de Palmas.

Conforme a legislação eleitoral, cada partido poderá lançar, no máximo, 14 candidatos, o que equivale a 150% das vagas disponíveis na Casa de Leis. Com essas alterações, ainda pairam dúvidas sobre o número de candidatos que estarão concorrendo ao Legislativo palmense.

Na média das últimas cinco eleições municipais – 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016 – foram 93 candidatos. Porém, há que se ressaltar as mudanças que ocorreram na composição da Câmara Municipal.

Nas eleições de 2000, 2004 e 2008, eram nove cadeiras em disputa e as coligações entre partidos eram permitidas. Já nas eleições de 2012 e 2016 o número de vereadores subiu para 13, aumentando, consequentemente, o número de candidaturas.

Candidaturas à Câmara de Vereadores de Palmas

Eleição

Número de VagasNúmero de Candidatos

Proporção candidato/vaga

2000

9637 candidatos por vaga
2004979

8,7 candidatos por vaga

2008

99210,2 candidatos por vaga

2012

13

99

7,6 candidatos por vaga

2016

1313410,3 candidatos por vaga

Na série de entrevistas com representantes partidários, promovida pela Rádio Club no mês de agosto, dos 14 participantes, 11 afirmaram que seus partidos estão organizados para apresentarem candidatos ao Legislativo. Entre agentes políticos, vereadores que buscarão a reeleição e analistas, há quem calcule que, por conta do fim das coligações, o número de candidatos será reduzido, com até 70 nomes.

Já outros, avaliam que o contingente deverá ser parecido com o das últimas eleições, ficando próximo de uma centena de candidatos. Oficialmente, os números deverão começar a ser conhecidos a partir do próximo sábado (05), com o inicio das convenções partidárias.

+ Partidos de Palmas convocam convenções para definição de candidaturas