O Sindicato dos Trababalhadores da Educação Básica, Técnica e Tecnológica do Paraná – Sindiedutec, base de Palmas, sul do estado,  publicaram  no site da entidade   nota manifestando-se contrários a  ação do reitor do IFPR, em exonerar a Diretora de Ensino do Campus Palmas, profª. Carmem Waldow, sob alegação de descumprimento de acordos anteriores efetuados com a  PROENS – Pro-Reitoria de Ensino do IFPR. O ato levou a todo o corpo diretivo do Campus local (Complexo Tecnológico Dom Agostinho José Sartori) a pedir afastamento de suas funções de direção por não concordarem com a forma adotada pela Reitoria.

Dra. Ivania Piton deixa direção geral do IFPR Palmas

Segundo a nota do Sindiedutec, o ato da reitoria em promover a exoneração, sem antes consultar a direção geral local provocou indignação e revolta junto aos servidores do Campus. Em documento pedem  esclarecimentos do reitor e solicitaram sua presença na cidade para justificar as atitudes tomadas. Como resposta a informação de   que em breve irá divulgar a data de sua visita a Palmas.

A representação da entidade sindical no município salienta que as mudanças são sempre importantes. Entretanto defende que antes de serem procedidas a comunidade local deva ser consultada e os assuntos debatidos  entre os servidores do campus.

CARTA ABERTA 

A Diretoria do SINDIEDUTEC-PR, através de sua representação na Unidade Descentralizada de Palmas, vem por meio desta manifestar sua indignação com a atitude do reitor do IFPR, Irineu Mario Colombo, quando da exoneração sumária da professora Carmem Waldow do cargo de diretora de ensino, pesquisa e extensão do Campus Palmas, na data de 05 de fevereiro de 2014, sem consulta e justificativa à comunidade acadêmica. Repudiamos a conduta adotada por significa desrespeito à comunidade acadêmica de Palmas.Leia Mais