A inserção da universidade na comunidade, com projetos que beneficiem e disseminem o conhecimento é um dos focos das atividades de extensão. Com este intuito está sendo desenvolvido ao longo do ano um projeto que trabalha com energia renovável na Escola Municipal Higino Antunes Pires Neto. A intenção é trocar conhecimentos com os alunos e ao fim dos trabalhos instalar um aquecedor solar de baixo custo na escola.

O projeto, que também tem como intuito a educação ambiental e o desenvolvimento sustentável, irá problematizar a questão enérgica atualmente, trabalhando de forma lúdica com as crianças da educação básica.

Na primeira visita à escola, que aconteceu durante esta semana, a professora do curso da Engenharia Química, que desenvolve o projeto, Larissa Maria Fernandes trabalhou atividades com o sol e o vento e as formas de geração de energia. “Utilizamos músicas, pinturas e dobraduras, sempre abordando o conteúdo de forma lúdica para as crianças entenderem e multiplicarem o conhecimento”, afirmou a professora.

Após esta fase e ao dimensionamento do aquecedor solar, o grupo que ainda é formado pelos alunos da Engenharia Química, Alice Hobold Soares e Douglas Andreoli Rocha, irá voltar a se encontrar com as crianças da escola para reunir os materiais recicláveis e a construção do aquecedor de baixo custo. “Eles irão perceber que parte dos resíduos gerados em casa podem ter outra utilidade e vão ser ativos no processo de construção, isso também faz a diferença”, destacou Larissa.

O estudante da Engenharia Química salienta que o contato com os alunos e a troca de conhecimento, e experiências é incentivador. “Você conseguir transmitir algo para uma criança e saber que aquilo está agregando valores em sua vida não tem preço. Sabemos que grande parte da visão de mundo de uma pessoa se dá através de experiências que viveram em sua infância. E acredito que esta também é uma das funções da universidade, e estamos aqui para isso, para adquirirmos conhecimentos e usá-los em prol da sociedade”, salientou Douglas.

Além da parte social a universitária Alice destaca todo o aprendizado envolvido. “O projeto me trouxe uma carga ampla de estudos sobre os tipos de energia, além das formas como se pode utilizar a luz solar para algo produtivo e benéfico para a sociedade. Além disso, no decorrer da realização do projeto, ainda aprenderei muitos conteúdos que estudarei no decorrer do curso, ou seja, irei presenciar na prática o que ainda verei na teoria”, finalizou.