• Compartilhe no Facebook
No último sábado (12) foi realizada Assembléia on-line da APP Sindicato onde foram debatidos temas como o isolamento social e o retorno às aulas. Foi aprovada greve dos professores em 209 cidades do Paraná, incluindo Francisco Beltrão caso haja intenção das secretarias de saúde dos municípios de retomada das aulas.

 

Segundo a presidente do Núcleo Sindical de Francisco Beltrão, Eliane Figura, a atitude foi tomada por conta das últimas ações dos prefeitos. “Fazendo a análise de toda a situação do Paraná e de todas as pessoas que ainda estão se contaminando, do número de mortes, do próprio posicionamento dos prefeitos quanto à retomada das aulas no ano de 2020, com relação ao grande número de estudantes que temos hoje na rede estadual que é de aproximadamente de 1 milhão de alunos, mais o grupo de professores e funcionários são ao todo 3 milhões de pessoas em isolamento social; então em defesa à vida e em respeito à vida de todos e de todas nós nos posicionamos de que não vemos condições de neste momento retornar as aulas presenciais”, disse. Eliane também argumenta que foram feitas pesquisas com pais e alunos que se manifestaram contrários ao retorno das aulas e por isso os professores decidiram optar pela greve.

 

O que diz o Núcleo Regional de Educação 

 

Segundo a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Francisco Beltrão, Maria de Lurdes Bertani, o retorno das aulas vai depender do comportamento da pandemia. “Quem vai fazer essa autorização com certeza é o nosso Governador Ratinho e nosso Secretário Renato Feder, mas tudo depende do comportamento da pandemia e até agora não temos nenhuma previsão e nenhuma data definida – sabemos que há muita pressão de entidades solicitando o retorno e também existe uma fala de muitos dizendo que este não é o momento, por isso a Secretaria de Educação está trabalhando em cima do protocolo para que o retorno aconteça porque um dia nós voltaremos, mas ainda não temos nenhuma previsão de retorno às aulas”, afirmou.