A Portaria 731 do Ministério da Educação, publicada nesta sexta-feira, dia 20, no Diário Oficial da União, completou um sonho da comunidade pato-branquense e do Sudoeste do Paraná. O Município de Pato Branco está pré-selecionado para implantar o curso superior de Medicina na Faculdade Pato Branco (Fadep). No período da manhã, o prefeito Augustinho Zucchi reuniu autoridades, vereadores, lideranças e imprensa para pontuar sobre a conquista.

 

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, que durante a semana esteve em Curitiba e Brasília, juntamente com a direção da Fadep, acompanhando o processo, destacou o trabalho e os apoios recebidos para que o Município garantisse o curso superior.

 

“Fizemos um trabalho técnico com a Fadep para enviar o recurso sobre o projeto e conquistar esse momento histórico. Com o trabalho da nossa equipe, com o apoio da ministra Gleisi Hoffmann e dos deputados federais Zeca Dirceu e André Vargas, bem como a união das entidades de Pato Branco e de prefeituras da região, hoje confirmamos que o curso de Medicina será em nosso Município”, comemora.

 

 

Zucchi lembrou do apoio de entidades e lideranças no processo, no empreendedorismo do empresário João Carlos Pedroso, proprietário da Fadep, e na participação do prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini, que somou-se ao processo para a instalação do curso com estrutura de leitos disponíveis no Município.

 

“Este sonho hoje é realidade, não por acaso. O empresário João Carlos Pedroso teve a visão empreendedora para investir e equipar a Fadep, contamos com o apoio da Câmara e de entidades como a ACEPB, Sindicomércio e Fiep, através do Cláudio Petrycoski que sempre se dispuseram a nos auxiliar. Por último, o gesto do prefeito Frank em apoiar e participar do processo. Pato Branco e o Sudoeste avançam graças a cooperação por um projeto que vai beneficiar a todos”, completa Zucchi.

 

O prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini, acredita que a conquista é um divisor de águas no desenvolvimento regional. “Desde o primeiro contato nos colocamos a disposição do prefeito Zucchi. Fizemos isso porque estamos certos que contribuímos com toda a região Sudoeste”, salienta.

 

A diretora acadêmica da Fadep, Ornella Bertuol, lembra que a faculdade aguarda esta notícia desde 2006, por isso, o momento é de comemoração e agradecimento. Sobre a instalação do curso de Medicina, Ornella adianta que a instituição está preparada para receber a visita da comissão do MEC e que o mesmo terá uma metodologia inovadora.

 

“O nosso curso terá uma característica especial, que é ser voltado à atenção básica na saúde. Desde o começo, os acadêmicos estarão envolvidos com a comunidade e acompanhando programas como o Estratégia e Saúde da Família. A Fadep vai fazer o melhor para garantir o curso e formar novos profissionais na Medicina”, projeta Ornella.

 

Segundo o deputado federal Zeca Dirceu, essa é mais uma etapa superada no processo. “Estamos felizes porque o curso de medicina é mais do que uma necessidade, é um sonho do povo de Pato Branco. A formação de novos médicos irá impulsionar o desenvolvimento na área da saúde que beneficiará também toda a região”, afirmou Zeca, destacando o trabalho forte da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann na articulação do projeto.

 

Junto com Pato Branco, estão indicados outros 48 municípios de 15 estados, de cinco regiões do país, com a previsão de oferta de aproximadamente 3,5 mil vagas em cursos. No início do próximo ano, os municípios pré-selecionados receberão visitas in loco de comissão de especialistas para verificação da estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde existentes. A comissão também verificará a proposta de contrapartida de investimentos para o Sistema Único de Saúde (SUS) apresentada pela instituição de ensino.

 

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) do MEC, recebeu e analisou recursos de 72 municípios cujas propostas foram inicialmente indeferidas. Após análise, sete deles tiveram os recursos deferidos. Na chamada anterior, no dia 3 último, foram pré-selecionados 42 municípios.