A rede municipal de ensino de Palmas, Sul do Paraná, alcançou a meta do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) em 2017. A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (03) pelo Ministério da Educação. Entretanto, apenas três das sete escolas municipais avaliadas conseguiram superar os índices projetados.

O Ideb foi criado em 2007 e reúne, em um só indicador, os resultados do fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. Ele é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) – para as redes estaduais e federais de educação, e a Prova Brasil – para os municípios.

Para a rede municipal, a meta do município para 2017 era de 5.0, resultado que foi alcançado, considerando os dados de sete escolas municipais. Em 2015, o município superou a meta projetada para aquele ano.

As escolas Oscar Rocker, Pequena Águia e Senhorinha Miranda Mendes superaram suas metas individuais. Nerasi Menin Calza, Nossa Senhora da Fátima, Terezinha Marins Pettres e Tia Dalva ficaram abaixo. A escola municipal São Sebastião não obteve número de participantes suficientes para a avaliação, não sendo considerada para o cálculo da média municipal.

  • Compartilhe no Facebook

Por outro lado, a rede estadual de ensino continua com resultados abaixo do projetado. Conforme os dados divulgados nesta segunda-feira, o Ideb dos colégios estaduais nos anos finais do ensino fundamental (8ª série/9º ano) de Palmas ficou em 3.7 no ano passado. A meta era de 4.5. Em 2015 a meta era 4.2, sendo alcançado um índice de 3.4 .

  • Compartilhe no Facebook

 

 

 

No ensino médio, o Ministério da Educação informa um Ideb de 2.9 na rede estadual em Palmas. Entretanto, apenas um colégio apresentou dados para o cálculo. Na rede federal, cuja oferta do ensino médio é feita pelo Instituto Federal do Paraná (IFPR), o número de participantes no SAEB foi insuficiente para que os resultados sejam divulgados.