O governo do estado retirou de votação o pacote de projetos de lei que atingiam os servidores públicos estaduais. A ação ocorreu através de ofício do governador Beto Richa. Pouco antes, os 44 dos 54 deputados estaduais suspenderam a votação do pacote devido a forte pressão popular.

A apreciação dos projetos do governo do Estado, que acabou de ser retirado, deve ser retomada no dia 23 de fevereiro. Derrotado pelo povo, o Executivo vai reapresentar as propostas para conter gastos e elevar receitas separadamente, desmanchando o “pacotaço”.

Participaram da manifestação professores da rede estadual, servidores da saúde e agentes penitenciários.Conforme a Central Gazeta de Notícias – CGN, a APP-Sindicato informa que a greve dos professores vai continuar. O fim do movimento grevista depende de uma assembleia. O deputado estadual Anibelli Neto (PMDB) afirmou que a retirada dos projetos só ocorreram pela pressão do povo e que sem a ocupação, o recuo não teria acontecido