Sem avisar a ninguém o Ministério da Educação, MEC, bloqueou o acesso ao Fies (Programa de Financiamento Estudantil) para milhares de acadêmicos que dependem do financiamento para cursar uma faculdade. A partir de agora, todos os cursos que reajustaram suas mensalidades acima de 4,5% estão automaticamente descredenciados.

O sistema do FIES não aceita o financiamento para faculdades que tenha reajustado suas mensalidades acima de 4,5%, do valor cobrado, ou seja, acima da meta de inflação fixada pelo governo. Na maioria das faculdades o valor esta variando de 6,5 a 8% nos valores reajustados.

A justificativa para algumas instituições particulares é que o reajuste aplicado não é semestral, é anual, e a inflação fechou 2014 em 6,4%.

Desde o início de 2014, as alterações no são feitas no Fies, e o fechamento do site durante quase um mês, gerou uma série de reclamações por parte dos estudantes universitários e das instituições particulares. Em resposta às críticas, o Ministro da Educação Cid Gomes afirmou que, a partir deste ano, o Fies continuará oferecendo financiamento aos estudantes, mas sem atender a uma oferta espontânea. “Queremos casar oferta e demanda, e associar a isso qualidade”, disse. O ministro argumenta ainda que estabeleceu esses limites, pois o financiamento é feito com recursos públicos, e depois para proteger os alunos que depois pagaram por esse empréstimo.

Algumas instituições do Sudoeste do Paraná estão se adaptando ao percentual do governo, mas param na pagina do financiamento, que não conseguem concluir suas matriculas e até as rematrículas. Não concluindo sua efetivação na instituição o estudante fica inadimplente tendo que obter outros recursos ou parar o seu curso. O prazo da renovação do Fies vai até o dia 30 de abril para quem não zerou na redação do Enem e obteve a pontuação necessária, para os demais até dia 30 de março.

As mudanças não param, no próximo ano segundo o Ministro da Educação disse que vai anunciar exigência de qualidade as instituições que quiserem participar do FIES, além de ter uma boa nota do aluno no ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio) vai ter a faculdade terá que ter uma boa avaliação.