Foram abertas nesta terça-feira (11), as inscrições para o Programa Universidade Para Todos (Prouni) do 2º semestre . É necessário entrar no site (prouni.mec.gov.br) e preencher o cadastro até às 23h59 de sexta-feira (14) , para concorrer a bolsas de estudo parciais ou integrais em instituições de ensino privadas.

São 169.226 vagas, sendo 68.087 de bolsas de estudo integrais e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade.

O estudante não pode ter diploma de ensino superior, para se inscrever no Prouni. Além disso, deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 e tirado, no mínimo, média de 450 pontos na prova e não é permitido ter zerado na redação.

Também é preciso se enquadrar em um dos seguintes critérios de renda:

  • Para as bolsas integrais, ter renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo;
  • Bolsas parciais (50% da mensalidade coberta), renda familiar bruta mensal per capita de até 3 salários mínimos.

Entre as exigências, o candidato deve ainda se encaixar em pelo menos uma das seguintes situações:

  • Ter cursado o ensino médio em escola pública;
  • Ter cursado o ensino médio em escola privada, desde que na condição de bolsista integral;
  • Ter alguma deficiência;
  • Ou ser professor do quadro permanente de uma escola pública (nesse caso, o critério de renda familiar não se aplica).

Em 18 de junho, no site do Prouni, serão divulgados os resultados da primeira chamada. A segunda lista será divulgada no dia 2 de julho, no mesmo endereço. O candidato pré-selecionado deverá comparecer à instituição de ensino superior onde irá estudar para comprovar os dados informados na inscrição. Caso sobrem vagas, haverá uma lista de espera em 18 de julho.