As escolas municipais de Palmas adotarão, a partir desta segunda-feira (27), sistema de educação à distância, como forma de garantir o cumprimento do ano letivo no período de emergência na saúde pública em decorrência do coronavírus.

A medida será adotada após aprovação pelo Conselho Municipal de Educação, levando em consideração o avanço da pandemia causada pelo novo coronavírus, o que causou a suspensão das aulas presenciais na rede municipal de ensino.

Por não haver ainda a previsão de retorno às aulas, o Conselho aprovou a criação do Programa de Ensino em regime especial, com aulas não presenciais.

A Secretaria Municipal de Educação regulamentará por meio de instrução normativa a execução do programa. As atividades pedagógicas que serão realizadas no período de suspensão de aulas presenciais serão desenvolvidas pelos docentes da rede pública municipal de ensino, de acordo com as turmas sob sua regência.

Conforme deliberação do Conselho de Educação, as atividades deverão compreender todos os componentes curriculares obrigatórios e poderão ser disponibilizadas aos responsáveis pelos alunos de forma impressa, em e-mail ou redes sociais.

Os responsáveis pelo aluno deverão se comprometer a seguir cronograma de retirada das atividades impressas estabelecido pelas escolas. Em caso de  dúvidas sobre o andamento das atividades, os pais poderão entrar em contato com os professores por meio do aplicativo WhatsApp.

A Secretaria de Educação publicará também instrução normativa com as formas de distribuição das atividades, o que deverá ser seguido pelas unidades escolares.