IMG_3199
  • Compartilhe no Facebook

Dom Edgar e Pe. Sergio participaram do ato de posse

Foi realizada na noite de segunda-feira (12) o ato de posse da nova direção do Colégio Bom Jesus de Palmas, sul do Paraná. Na ocasião com a presença do Bispo de Palmas/Francisco Beltrão, Dom Edgar Xavier Ertl, foi também empossada a direção do Centro de Educação Infantil Bom Jesus da Coluna. As novas gestões iniciam em 2017.

A Instituição Educacional com 103 anos terá na direção a professora Berenice Kopstein, com graduação e Mestrado em Assistência Social e graduanda em Direito. Destacou que pretende dar continuidade ao projeto de excelência em andamento e gradativamente implantar novas ideias e propostas. Avaliou que em pouco tempo já percebeu que o BJ é uma grande famílias e a Instituição centenária tem preocupação com a educação e formação humana. “O Colégio BJ não é um segmento empresarial e tem preocupação com a formação do ser com ações voltadas à educação com ensino de qualidade”, disse a nova diretora.

A partir do próximo ano o Centro de Educação Infantil, que funciona no Palácio do Bispo, terá uma equipe diretiva específica tendo à frente a professora, Juraci Ramos de Lima. Nina, como é conhecida, disse que o trabalho será desenvolvido de forma conjunta com toda a estrutura do BJ. “Como o centro está em espaço diferente do Colégio, e as particularidades do processo educacional para as crianças demandam de um acompanhamento integral e próximo, é que está sendo feita esta nova estruturação”, disse ela.

DSC_0029
  • Compartilhe no Facebook

Professoras Nina e Berenice Kopstein

Atual Diretora de ambas instituições, profª Ivania Pilonetto, disse que as mudanças, novos projetos e  propostas são necessários. “  Continuarei fazendo pare das equipes de trabalho e desejo muito sucesso. A comunidade escolar vai colher muitos frutos com estas mudanças” disse ela.

A presidente da mantenedora – Associação do Senhor Bom Jesus da Coluna – profª Renata Vasconcellos, salientou que mudanças na direção são naturais do cotidiano escolar e atendem preceitos regimentais. “ Isso ocorre diante de nova fase, um novo momento do BJ e do Centro de Educação para melhor atender a comunidade estudantil e familiares”, justificou.