O governo do Paraná anunciou nesta semana, que os Colégios Sebastião Paraná e Monsenhor Eduardo, em Palmas, poderão integrar o programa de escolas cívico-militares no Estado.

Os colégios foram selecionados pela Secretaria de Educação e durante a terça (27) e quarta-feira (28) está ocorrendo uma consulta pública à comunidade escolar para oficializar a indicação.

De acordo com o chefe do núcleo regional de educação de Pato Branco, Marcelo Oltramari, a nova modalidade de ensino funcionará com gestão compartilhada entre militares e civis. Ele garante que as aulas continuarão sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto os militares serão responsáveis pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares. Ouça a entrevista na íntegra no player abaixo:

Apresentando outro ponto de vista, o professor da rede pública e mestrando em desenvolvimento regional e educação, Luiz Felipe Cordeiro, aponta que a falta de diálogo, sem maiores explicações do que se trata esse projeto, sem uma ampla participação da comunidade, são motivos que levantam questionamentos sobre o modelo de gestão das escolas proposto pelo governo. Ouça a entrevista na íntegra no player abaixo: