A Associação Empresarial de Francisco Beltrão realiza todas às terças-feiras, o tradicional “Café Acefb”, das 8h às 9h, na sede entidade. Neste dia 11, o tema principal foi uma apresentação feita pela Secretaria de Educação, Mariah Ivonete Silva, sobre a merenda escolar no município de Francisco Beltrão.

A Secretaria destacou que a merenda escolar é um dos princípios básicos para o desenvolvimento infantil, não só físico, como intelectual, “a partir do momento em que você tem uma alimentação correta, balanceada, com os nutrientes essenciais para o desenvolvimento intelectual, as conexões cerebrais acontecem de forma natural”, já nos casos de crianças subnutridas, pesquisam comprovam que o rendimento é menor.

  • Compartilhe no Facebook
Com foco na aprendizagem, Mariah enfatiza que é necessário se preocupar com o que é servido nas unidades escolares. Os cardápios são elaborados por nutricionistas, seguindo as diretrizes e levando em conta aspectos como idade, necessidades do desenvolvimento e intolerância a glúten e lactose, “o cardápio é pensado de uma forma saudável oferecendo uma alimentação saudável, algo de início rejeitado pela criança que não possui hábito de consumir esses alimentos”, ou seja, descartando doces, refrigerantes e frituras da alimentação.

 

Segundo Mariah, é necessário construir esse hábito, oportunizando uma alimentação saudável, “mesmo que ela coma pouco, isso vai pro proporcionando a ela condições de conhecer os grupos. Muitas crianças rejeitam a cenoura, porém depois de comer acabam gostando, os pequenininhos principalmente”.

O mito de que as crianças vão para a escola apenas pela merenda, é esclarecido ao levar em conta que os momentos em que são servidas as refeições, os lanches, são momentos de lazer, por isso elas aguardam tanto pelo recreio. Com as crianças cada vez mais conectadas e críticas é necessário acompanhar essa geração, desse modo, as escolas estão inovando no ensino, na forma de repasse dos conteúdos justamente com o intuito de tornar o ambiente mais atrativo.

Confira a entrevista: