O Colégio Estadual Quilombola Maria Joana Ferreira, de Palmas, Sul do Paraná, assinou contrato do programa Escola 1000, que destinará R$ 100 mil para obras de reforma e ampliação da instituição de ensino. Outros três colégios do município também foram selecionados e deverão assinar contratos nas próximas etapas do programa.

O dinheiro será depositado em uma conta específica, de responsabilidade da escola. A gestão dos recursos e a fiscalização das obras ficarão a cargo dos diretores, com apoio do Núcleo Regional de Educação. Os investimentos serão realizados de acordo com as demandas apresentadas em audiências públicas.

Na microrregião de Palmas, também foram contemplados nesta primeira etapa, três colégios de Clevelândia – Colégio Estadual Abílio Carneiro, Colégio Estadual Presidente Castelo Branco e Colégio Agrícola. Aguardam ainda a assinatura dos contratos, os colégios Indígena Nitotu e Professor Orestes Tonet.

Em Palmas, deverão ser contemplados ainda os colégios Padre Ponciano, Alto da Glória e Paulo Freire. Também na microrregião, estão entre os selecionados para o Escola 1000 os colégios Monteiro Lobato, Cândido Rossoni e Artêmio França, de Coronel Domingos Soares; Colégios Professora Vilma dos Santos Dissenha e Misael Ferreira de Araújo, de Mangueirinha, e Colégio Estadual Projeto Rondon, de Honório Serpa.