Os servidores da rede estadual de ensino entraram em greve nessa terça-feira (25). Em Palmas, Sul do Paraná, a categoria se reuniu às 9h na Câmara de vereadores, para deliberar ações no decorrer do período de paralisação das atividades.

A pauta dos servidores do setor educacional é a reposição de 4,94% nos últimos 12 meses. As manifestações devem acontecer também na área central do município, onde os professores irão realizar panfletagem, roda de conversa com a população e encaminhamentos para os próximos dias de greve.

A dirigente da APP Sindicato em Palmas, e líder da greve, Professora e Vereadora Silvana de Melo Ribas Bello, garante que os estudantes da rede não serão prejudicados, e que a greve se manterá até o governo chegar a um consenso com a direção do sindicato quanto a reposição.

Professor Adilson Miranda Mendes, disse que a declaração do Governador Ratinho Junior (PSD), que para realizar a reposição seria necessário o aumento dos impostos, é de jogar a população contra os servidores públicos. “Atitude muito primaria, ingênua, a população tem consciência e conhecimento do que está acontecendo no governo e na sociedade, é uma forma de tentar desmoralizar o movimento dos servidores no estado”.

A movimentação por parte dos servidores que aderem a greve, acontecerá no período de suas cargas horarias trabalhadas nos colégios.