Em ofício encaminhado à prefeitura de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, no mês de junho, o Ministério da Educação (MEC) apresentou um relatório, apontando deficiências na atual estrutura do Campus Avançado do IFC (Instituto Federal Catarinense), localizado no Assentamento José Maria. No documento, foi solicitado à administração municipal, a disponibilização de um local para a continuidade das atividades do IFC no município. O assunto, foi tema de uma reunião na manhã de quarta-feira (31), na prefeitura abelardense.

O prefeito Wilamir Cavassini apresentou informações sobre audiência com representantes da Secretaria Especial de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, na última semana durante sua viagem à Brasília.

Conforme ele, a audiência foi agendada após receber o ofício, no qual, a Comissão de Supervisão Administrativa do MEC, que realizou uma visita às dependências do Campus, aponta vários problemas na infraestrutura com destaque para os “alojamentos estudantis, inexistência de aviário, leitaria, pocilga, plantios, falta de água potável para consumo higienização, ausência/inadequação do corpo técnico para acompanhamento dos alojados, o que inviabiliza sua permanência na atual localidade”, além das dificuldades de acesso, com a  falta de pavimentação nas estradas do interior.

Como alternativa para manutenção do IFC em Abelardo Luz, o MEC solicitou a disponibilidade de uma unidade escolar, justificando que atual estrutura não estaria comportando todas as necessidades para seu funcionamento.

No ofício, o MEC pede que o espaço disponibilizado tenha no mínimo nove salas de aula e que permita atender 400 alunos para ofertar os cursos de Educação Profissional e Tecnológica, além de quadra poliesportiva, auditório, biblioteca, refeitório, dormitórios e área com possibilidade de práticas agrícolas e pecuárias.

Na audiência em Brasília, foi apresentada ao MEC a proposta de cedência da Escola Laury Luiz Deon, no perímetro urbano, e a Escola Hildo Bernardino Goulart, na localidade do Alegre do Marco. Segundo Cavassini, uma comissão deve visitar o município, para averiguar os espaços oferecidos e também conferir algumas melhorias já realizadas na atual sede do Campus.

Criado em 2015, o Campus Avançado Abelardo Luz do IFC, localiza-se no Assentamento José Maria, onde oferece cursos técnicos, graduação e pós-graduação, funcionando em espaços cedidos pelo município.

Atualmente é vinculado a reitoria do Instituto Federal Catarinense de Concórdia e conta com um total de 159 alunos. O quadro docente é formado por 19 professores, além de 11 técnicos-administrativos. Possui em andamento turmas nos cursos de Técnico Agrícola, Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, Graduação em Pedagogia, Pós-graduação em Educação no Campo e PROEJA.