O mês de setembro foi de alta em duas das três cidades onde é pesquisado o valor médio da cesta básica de alimentos. Francisco Beltrão registrou o valor mais alto, de R$ 312,05. Seguido por Dois Vizinhos (R$ 307,87) e com o menor valor da região, Pato Branco R$ 303,33. A pesquisa é realizada todos os meses, pelo curso de Ciências Econômicas da Unioeste (Universidade estadual do Oeste Paraná), nas três principais cidades do sudoeste com maior expressão econômica.

Se comparado a agosto, mesmo com o menor preço Pato Branco registrou elevação de 2,36%, seguido por francisco beltrão, com alta de 1,11%. Para a coordenadora da pesquisa, a Professora Roselaine Navarro, “uma alta de preço comparativamente ao mês de agosto. Mas vale destacar que em agosto teve uma queda bem expressiva, então tivemos uma recomposição do valor da cesta”.

Em Francisco Beltrão e Pato Branco, o tomate e banana foram responsáveis pela alta nos preços. Em Dois Vizinhos os vilões pela elevação no valor da sexta foram o pão e feijão, saindo na contramão das outras cidades.

Segundo Roselaine é importante o consumidor pesquisar preços, aproveitar as promoções para economizar na alimentação. “Se a gente pegar os mercados de Beltrão, temos uma cesta média que vária de R$ 272,00 a 338,00. Ou seja, em mercados específicos consigo comprar uma cesta de R$ 272,00. O mesmo acontece em outros municípios, o papel do consumidor é extremamente importante nesse sentido”.

A cesta básica é composta de 13 alimentos. Em setembro, a alimentação básica individual demandou em Dois Vizinhos 32,86% do salário mínimo nacional bruto (R$ 937,00). Em Pato Branco 32,37% e Francisco Beltrão 33,30%.